Fale Conosco

Notícias

Cientistas podem ter encontrado uma maneira de teleportar dados




Em um estudo publicado na revista Science, físicos do Instituto Kavli de Nanociência (localizado na Universidade Delft, da Holanda), afirmam terem conseguido teleportar informações entre dois bits quânticos, separados por uma distância de três metros.

O teleporte quântico é bem diferente daquele mostrado em filmes de ficção. Nesse caso, os pesquisadores conseguiram transferir a informação quântica (nesse caso, o estado spin de um elétron) de um lugar para o outro, sem mover a matéria física na qual a informação está.

No que isso é diferente da computação atual? Os bits clássicos podem ter apenas um ou dois valores (0 ou 1). Mas os bits quânticos, ou qubits, podem descrever muitos valores simultaneamente. Dessa forma, a computação quântica poderia ser mais veloz e mais segura.

Para chegar as suas conclusões, os cientistas holandeses conseguiram teleportar o estado quântico de dois eletrons entrelaçados de forma determinística - ou seja, 100% das vezes. Para fazer isso, eles produziram qubits através de elétrons presos em diamantes a temperaturas baixas. Então os cientistas estabelecem um "spin" (ou valor) para os elétrons e conseguem ver esse valor nos dois simultaneamente.

Se os cientistas conseguirem reproduzir o seu experimento, eles vão provar que Einstein estava errado ao desacreditar a noção de entrelaçamento quântico.

 

Fonte: Galileu


Comentarios

ESPAÇO DO ALUNO